segunda-feira, 5 de abril de 2010

olhos? Servem pra ser olhados

estou bem, mas tenho me sentido um pouco morta. Não dá pra ter tudo não é verdade!? Os coelhos são arrancados da gente e criam buracos, buracos são buracos, mas sabemos lidar com eles. Lidamos com doenças mais sérias, catástrofes, mortes, nascimentos. O coelho não está mais aqui. Achei violento, não queria usar essa palavra, mas foi uma forma de me permitir exorcizar o buraco, cantar pra subir, já dizia minha mãe. Mas avisei pra ela que verdades absolutas são mentiras. Quem falou que eu precisava saber sua cor preferida antes?
antes de que?
antes da responsabilidade?
deixa eu viver isso, você deixou e depois tirou de mim como se eu não fosse responsável pelas minhas escolhas e SE TE PERMITI DIVIDIR ELAS COMIGO você também passa a ser responsável por elas e por mim.
que irresponsabilidade a sua! Não deixar que o tempo me mostre que eu devia saber antes sua cor preferida?
você rompeu o tempo, rompeu com o ritmo que você mesmo estabeleceu com todas as suas crises e problemas maiores que nós e esqueceu de me avisar. Mais um combinado jogado pelo ralo.
tinha escolhido ser convencida pelo tempo. Mas você arrancou ele de mim antes. Nossa, já não foi fácil, e você ainda arranca de mim assim? Eu devia saber dessa possibilidade, mas é que ele era tão bonito, mas TÃO bonito que não pensei que alguém ia ter essa coragem.
coragem?
ela passou por nós? em qual momento? eu não vi!
me mostra? Por que você não deixa as coisas chegarem em mim? Tá com medo? Me fala, deixa ele chegar em mim, eu já não falei que não preciso saber antes sua cor preferida.

Já podemos falar sobre os coelhos.

Eu te falei aquele dia, que eu precisava que você me contasse tudo que você sentia que precisava me contar.

uhmmm...talvez você não ache isso tão necessário de se falar assim. Alguém já te falou que algumas decisões afetam os outros? Já ouviu falar sobre outros? Bom, pensa no número 2, agora pensa em pessoas, elas latejam, falam, escutam e querem ser escutadas, mas cada uma a sua maneira. Pra somar e virar 2 cada 1 precisa estar sensível para penetrar na maneira do outro. É as vezes não dá, mas aí vamos ver o que fazemos, já vamos ser 2 e 2 pensa melhor que 1.
não é verdade?

olhos? Servem pra ser olhados(antes de servirem para olhar)

relação pressupõe troca.

eu pressuponho você

1+1 pressupõe 2

outono pressupõe pétalas caídas ou inverno que pressupõe frio,

que me lembra que não quero passar frio sozinha, que me lembra que você talvez tenha se esquecido disso ou nem sabia, que pressupõe...

não sei, na verdade me falaram tudo isso. Me fala você?

aí talvez eu saiba.
Hoje choveu muito, queria ter sustentado alguma coisa na chuva, ia me sentir mais viva.

não me deixa morrer. não me esquece aqui entre todas essas verdades que o dia que você lembrar pode achar que tudo foi mentira e isso pode doer, depois não vai dizer que eu não avisei que seria melhor mexer com coisas concretas.

ações?

lembra de falar, lembra de ligar, de atender a ligação, lembra de tocar, lembra de olhar, lembra de rir, de chorar, lembra de mais coisas que se fazem pelo outro(preciso falar?), lembra das meninas, lembra de me lembrar que sabe que eu ainda vivo...

isso vai me permitir seguir seja lá com o que você colocar nas minhas mãos.

pelo menos não há mortes, só buracos, mas esses vamos colecionando por ai mesmo. Ah, ainda tem as decepções, pois é, essas se continuarem vão causar alguma consequência. Espero que não seja a morte também...

vou seguir e quem sabe um dia eu não volto vestida com sua cor preferida. Espero então que você não tenha esquecido de olhar pra você de volta, com o mesmo amor(desculpa por falar de amor) e a mesma sensibilidade que eu olhei seus olhos e portanto não tenha deixado de se permitir ou tenha acumulado decepções, nem com você mesmo nem com ninguém, se não corro o risco de te encontrar MORTO.

corro.

sobre frustrações? Não vamos falar delas agora, a morte que elas causam é mais súbita.

3 comentários:

Caio Riscado disse...

tempo
tempo
tempo
tempo

vou lhe fazer um pedido:

Diogo Liberano disse...

"olhos? servem para ser furados". édipo.

Isadora Malta disse...

ou isso